ASSOCIAÇÃO - História

MONTEPIO VILANOVENSE DE SOCORRO MÚTUO "COSTA GOODOLFIM"


    A Associação MONTEPIO VILANOVENSE DE SOCORRO MÚTUO "COSTA GOODOLFIM" - ASSOCIAÇÃO DE SOCORROS MÚTUOS, é denominação adoptada em 1921, aprovada por alvará de 8 de Junho desse ano, por fusão de 3 Associações estabelecidas em S.Cristóvão de Mafamude, que se chamavam "Associação de Socorros Mútuos Beneficência dos Artistas de Mafamude", "Socorros Mútuos de Mafamude" e "Comércio e Indústria de Gaia", cujas insígnias constam de peças de prata expostas em três quadros fixados na parede do Salão Nobre da Liga das Associações de Socorros Mútuos de Vila Nova de Gaia, da qual as três eram societárias fundadoras, qualidade que, por virtude da dita fusão, se transmitiu ao Montepio Costa Goodolfim.
Porque "Costa Goodolfim"?
Foi uma homenagem que as ditas três associações quiseram prestar ao insigne sociólogo, magnifico propagandista do associativismo e extraordinário mutualista que foi JOSÉ CIPRIANO DA COSTA GOODOLFIM, nascido em 1844 e falecido em 1910, tendo sido um estudioso e militante das causas sociais e essencialmente nas áreas sindicais e mutualistas, escrevendo e fazendo conferências sobre estes temas, estando na génese das Caixas Económicas, designadamente na extinta Caixa Económica de Vila Nova de Gaia, anexa à Associação Vilanovense de Socorro Mútuo, Oliveirense Associação de Socorros Mútuos e às três acima referidas, cuja posição, também, como a da Liga, foi assumida pelo Montepio.
Costa Goodolfim deixou muitos escritos espalhados por Jornais e Revistas da época.
Como autor de estudos económico-sociais deixou publicados " A Previdência" " As Caixas Económicas" As Misericórdias"…
Existe ainda e desde esse tempos, na Afurada, uma Rua com o nome de "Costa Goodolfim", o que demonstra bem a grande projecção que este Mutualista alcançou, lembrando-se que na Afurada existiu uma prestigiada Associação de Socorros Mútuos - Associação de Socorros Mútuos e Fúnebres para Ambos os Sexos da Afurada - que veio a integrar-se na Associação Vilanovense de Socorro Mútuo, mas cujos sócios, antes, em 1949, na modalidade da doença, juntamente com os inscritos no serviço de assistência médica e medicamentosa da Associação Fúnebre Vilanovense de Socorros Mútuo e com os inscritos nas modalidades de doença e inabilidade da Associação Oliveirense de Socorros Mútuos e Fúnebre para Ambos os Sexos, por os Estatutos destas não o permitirem, se agruparam, com os do Montepio, dando origem a uma alteração de Estatutos, aprovada por Alvará de 18 de Outubro de 1949.
Eram fins do Montepio "Socorrer os sócios doentes… e socorros médicos e farmacêuticos e conceder um subsídio para auxílio das despesas de funeral".
Teve o Montepio "Costa Goodolfim" actividade intensa, cumprindo plenamente o seu objecto até princípios dos anos oitenta, caindo depois disso numa relativa apatia, como muitas outras associações, preponderantemente pela diminuição de número de sócios por motivo de falecimento e sem haver a respectiva renovação
Nos últimos anos, além da gestão corrente em que se inclui um prédio arrendado à Câmara de Vila Nova de Gaia e a participação estatutária nos Órgãos Sociais da Liga, tem-se feito a angariação de novos sócios, havendo já um número de  cerca de 2000 e projectos e um grupo de gente muito nova - verifica-se uma grande afluência e participação nas Assembleias Gerais - motivado para fazer com que o Montepio recupere o prestígio de que já gozou e cumpra na íntegra os fins mutualistas que estão na sua origem.